Skip to main content
pós-graduação a distância

Quais são os benefícios de fazer uma pós-graduação a distância?

A pós-graduação a distância traz diversos benefícios para quem quer se profissionalizar ou ter um diferencial frente ao mercado. Veja as principais vantagens que a aula online oferece.

Hoje em dia, o diploma de graduação é o mínimo que se espera de um profissional, e muitas empresas já não o consideram o suficiente para alcançar um alto cargo dentro da organização. Em vista disso, os cursos de pós-graduação se tornaram o caminho para desenvolver novas habilidades e obter um emprego melhor.

Entre tantas opções de pós-graduação, a possibilidade de fazer aula online se tornou uma alternativa muito viável para quem já passa o dia todo trabalhando e não tem tempo de se deslocar até uma instituição de ensino.

Saiba mais: Por que escolher cursos de extensão, aperfeiçoamento e pós-graduação com certificação.

O que é a pós-graduação EaD

A pós-graduação EaD nada mais é que o curso de pós-graduação online, que surgiu para atender pessoas sem tempo de ir até uma instituição de ensino, porém que desejam ou precisam se capacitar. O curso de EaD é a melhor alternativa para ganhar tempo e conseguir estudar.

Benefícios da pós-graduação EaD

 

  • Recolocação no mercado de trabalho

 

O profissional que, por algum motivo, deixou o emprego e agora procura se recolocar no mercado, precisa somar mais conhecimentos à sua formação.

Os cursos de pós-graduação, com aula online, são uma ótima opção por fornecer flexibilidade de horário, de forma que o pós-graduando consegue se dedicar, em busca de uma nova função, sem abrir mão de adquirir maior conhecimento sobre determinado assunto, garantindo uma melhor qualificação.

 

  • Flexibilidade de horários

 

Um profissional que possui pós-graduação, claramente, se destaca dos demais, já que passa a contar com formação diferenciada. Mas como conciliar os estudos quando as atribuições do trabalho tomam muito tempo?

O sistema EaD (ensino a distância) é uma alternativa que fornece ao aluno a possibilidade de fazer seus próprios horários de estudo, planejando o horário da aula online de acordo com seu tempo disponível.

 

  • Ambições profissionais

 

Quem tem aspirações profissionais e deseja alcançar um cargo melhor precisa se profissionalizar e alinhar suas habilidades com as demandas do mercado de trabalho. Com a pós-graduação online, é possível ter acesso a conhecimento de qualidade, e se destacar profissionalmente.

 

  • Custo-benefício

 

Os cursos online costumam ter mensalidades mais econômicas, já que os custos para manter alunos que estudam em casa são muito mais baixos, e as instituições levam em consideração um leque de outras variáveis.

Além disso, ao levar em conta que não se tem custos com transporte, com alimentação fora de casa ou com babá para ficar com os filhos, o ensino a distância se torna muito atrativo, financeiramente falando.

 

  • Diploma idêntico ao presencial

 

Há quem sinta insegurança em investir em curso online por não saber se ele é reconhecido pelo mercado de trabalho, mas não é preciso se preocupar. Hoje, os diplomas EaD possuem a mesma validade que a dos diplomas de um curso presencial.

Faça pós-graduação online e garanta seu diferencial no mercado de trabalho

A pós-graduação online é uma ótima opção para quem busca adquirir mais conhecimentos e se especializar em uma determinada área, visando ao crescimento da carreira e da capacitação.

No Estude Sem Fronteiras, iniciativa da Faculdade Metropolitana do Estado de São Paulo, é possível ter acesso a mais de 1000 cursos se extensão, aperfeiçoamento e pós-graduação, nas mais diversas áreas do conhecimento. Navegue pelo site para obter maiores informações. 

cursos de enfermagem

Por que seguir a carreira da enfermagem?

O enfermeiro supre necessidades de cuidados, tendo como sua principal função o cuidado integral do paciente. Saiba por que essa carreira é promissora e como encontrar cursos de enfermagem de Extensão, Aperfeiçoamento e Pós-Graduação pela internet. 

O papel do profissional de enfermagem

O enfermeiro pode cumprir diversas funções dentro de instituições da área da saúde, seja nos cuidados do paciente ou na organização do trabalho e dos recursos humanos, sempre com o objetivo de criar um ambiente favorável ao melhor desempenho possível. 

Saiba mais: 7 motivos para fazer uma Pós-Graduação em Libras

Cabe ao profissional de enfermagem, seja auxiliar, técnico ou enfermeiro, planejar e coordenar a assistência dada pelas equipes de saúde, tanto nas áreas assistenciais e administrativas quanto gerenciais e educacionais. 

O enfermeiro deve se manter atento ao paciente todo o tempo, avaliando se os cuidados prestados estão mostrando o resultado esperado, ou seja, se há evolução no quadro. 

O profissional que investe em cursos de enfermagem, seja uma extensão, especialização ou pós-graduação, também pode contribuir de forma científica, com conhecimento e habilidades específicas, garantindo a ampliação dos cuidados aos pacientes e o aumento da qualidade na área da saúde. 

A enfermagem no Brasil

No Brasil, é função do enfermeiro restabelecer, manter e promover a saúde de seus pacientes, sempre em conjunto com outros profissionais de saúde, como os fisioterapeutas, nutricionistas, médicos, psicólogos etc.

A enfermagem é indispensável nos hospitais do país, assim como em clínicas e para atendimento domiciliar. Isso porque acompanhar o estado de saúde dos pacientes é fundamental na hora de traçar a melhor conduta e tratamento para seguir. 

Esses profissionais também devem prezar pela alimentação, higiene, curativos e pela administração de remédios. No plano coletivo, atua na prevenção de doenças dentro de comunidades ou realizando trabalho educativo. 

O setor tem crescido cada vez mais no Brasil, contribuindo de forma significativa à atenção prestada aos pacientes. 

Os conhecimentos adquiridos por meio dos estudos de enfermagem refletem, não apenas no crescimento da profissão, como também no bem-estar e na qualidade de vida da população. 

Atuação do enfermeiro

Os estudos em torno da enfermagem englobam os cuidados com o ser humano, sejam trabalhados individualmente, sejam de forma coletiva, prezando pela saúde e bem-estar. 

Nesse sentido, enfermeiros devem agir em torno da prevenção, proteção, recuperação e reabilitação da saúde, sempre em um sentido mais amplo do que “apenas” cuidados gerais.

Por meio de estudos sobre doenças, longevidade e saúde em sua plenitude, o enfermeiro é capaz de traçar os melhores métodos para prolongar a vida. 

Veja também: A capacitação e a importância do cuidador de idosos

Como se aperfeiçoar na área de Enfermagem pela internet

A enfermagem é uma profissão que exige extrema responsabilidade, por isso é fundamental buscar por cursos de enfermagem que instruam o profissional com relação à segurança e integridade de pacientes.

Os profissionais devem ser valorizados, não apenas como uma vertente da área da saúde, mas, sim, como protagonistas essenciais para o bem-estar do ser humano.

Os cursos de Extensão, Aperfeiçoamento e Pós-Graduação em enfermagem do Estude Sem Fronteiras são ministrados pela Faculdade Metropolitana do Estado de São Paulo. A instituição oferece mais de 900 cursos vendidos para todo o Brasil.

Navegue pelo site para saber mais sobre o portal Estude Sem Fronteiras e o cursos de enfermagem para aperfeiçoamento de profissionais.

Dicas de como ser um Bom Líder

Hoje a dica no Blog Estude Sem Fronteiras é sobre Como Ser um Bom Líder!

 

Confira todas nossas dicas e bote em prática agora mesmo!

 

1) Queira fazer sempre o seu melhor, inspire o seu time a fazer o mesmo.

 

2) Lidere pelo exemplo. Discurso sem estar alinhado com ações não significa nada.

 

3) Busque entregar o resultado acima de tudo, com exceção de 2 coisas: atingir resultados não pode estar acima das pessoas e não macular os seus valores morais e éticos.

 

4) Aja com seus colaboradores da mesma forma que você gostaria que seu líder agisse com você.

 

5) Pessoas são pessoas, e os seus problemas pessoais afetam o seu desempenho, precisamos entender isso.

 

6) Busque ser melhor a cada dia. Não melhor que o seu concorrente ou do que a pessoa ao seu lado, ser a melhor versão de si mesmo.

 

7) Um líder muitas vezes extrapola a esfera profissional, por várias vezes já me peguei conversando com meus colaboradores sobre problemas pessoais.

 

De alguma forma, este acaba sendo também o papel do líder do século XXI.

 

8) Por vários motivos o mundo corporativo exige que, as vezes, você tome decisões que não concorda, mas nunca compactue com decisões que abalem os seus valores.

 

Os seus valores são os bens mais preciosos que você tem, eles são a sua palavra e a sua assinatura no mundo.

 

9) Pessoas vêm de culturas, criações, histórias e relações muito diferentes uma das outras, cabe ao líder entender e orquestrar este conjunto para extrair o melhor de sua equipe.

 

O líder é um maestro que busca uma sintonia entre vários instrumentos diferentes.

 

10) Tenha paciência para ensinar quem com você tem a aprender, e humildade para aprender com alguém que tem algo a te ensinar.

 

11) Dê feedbacks constantes, feedbacks positivos podem ser dados em grupo, já os negativos, sempre individualmente.

 

12) Reconheça o seu time, assuma a responsabilidade pelos problemas, não “venda” a sua equipe.

 

Um líder vai na frente assumindo os riscos e nunca escondido atrás buscando se proteger dos perigos.

 

E depois de compartilhar os 12 princípios balizadores da sua gestão, Thiago conclui:

 

 Essa é a maneira como tento liderar o meu time no dia a dia, e sim, é claro que cometo erros e aproveito para tentar aprender com eles. O ponto não está exatamente nos erros que cometemos, mas como os contornamos e o que buscamos como meta para evoluir.

Você é um Bom Líder e Gestor ?

Desenvolvo lideranças. Faço isso por acreditar na importância dessa missão.

 

Há oito anos como coach, ainda percebo dificuldades em alguns aspectos que são muito relevantes para que realmente se cumpra a missão do líder, do gestor, independentemente do nível que ele atua.

 

Nessa função, é fundamental inspirar o time a atuar na melhor performance possível, fazer o que precisa ser feito para que os planos da organização sejam alcançados, com a missão e o propósito sempre em mente e com todos os valores respeitados e vividos.

 

Que tal algumas práticas para contribuir que tudo isso seja constante e consistente, relevante e de resultados? Tenha um plano de trabalho. Um mapa de atuação. Uma rotina de gestão.

 

1
Indicadores e atividades. O que mostra que você está fazendo um bom trabalho? Ou seja, que números você precisa ver diariamente/semanalmente/mensalmente? Quais as atividades que só você pode fazer, ninguém mais, mesmo que tivesse gente muito bem preparada para fazer? Muitos líderes fazem trabalhos de funções subordinadas, sob a máscara de não terem pessoas preparadas. Vale lembrar que preparar as pessoas (ou contratar as pessoas preparadas é a sua missão). Determine na sua agenda qual será o momento em que você vai fazer isso.

2
Separe um tempo para conversar com seu time. A frequência depende de cada negócio, da maturidade de cada time e cada gestor. Não ter esse compromisso na sua agenda é deixar o time abandonado. Monte uma pauta regular e com espaço para assuntos que possam deixar sua equipe ainda mais forte.

3
Tenha um momento individual com cada liderado direto. É importante que ele saiba o que você espera dele e quais indicadores você analisa para isso. O feedback é fundamental para que você saiba o que motiva cada um e até o que desestimula, aproveite para responder mostrando a ideologia da empresa, se for o caso, mas deixe claro que todo opinião é bem vista e será estudada. É uma forma de você o ajudar a melhorar habilidades, atitudes e relacionamentos e, porque não, melhorar também o processo do trabalho.

4
Agora é a sua vez de saber se está indo bem. Peça que lhe digam o que você deve continuar fazendo por contribuir muito para o melhor de todos e o que você deve prestar mais atenção. Faça esse bate-papo, pelo menos, a cada seis meses para analisar se você está evoluindo e ficando mais vez mais alinhado à empresa e a sua responsabilidade.

5

Coloque na sua agenda um bate papo com seu líder. Se ele não lhe provocou para isso, pense no que é importante você mostrar a ele, que indicadores seria legal ele acompanhar. Prepare uma sugestão de pauta, peça uma frequência viável e produtiva.

Se você levar a sério essas dicas, você realmente terá a sua gestão em mãos.

 

E assim, você saberá onde atuar para ajustar a estratégia a cada passo, além de ter o time em suas mãos, por estarem próximos e alinhados.

 

Aí, é só perceber a performance e os resultados em ascensão. Se você já faz essas coisas, parabéns! Você faz parte de um grupo de gestores diferenciados.

 

E pode nos contar o quão gratificante é se dedicar às pessoas para que elas se dediquem às tarefas.

 

Por Janaina Manfredini

 

Portal Administradores

 

Blog Estude Sem Fronteiras

Hábitos corretos no caminho para uma Boa Liderança

1. Você busca “sarna para se coçar”


Quando surge um impasse no trabalho, você costuma esperar que outra pessoa o resolva ou toma para si a responsabilidade de solucioná-lo? Segundo Duhá, profissionais com potencial para liderança são atraídos por problemas — ou desafios, como preferem entendê-los.

 

Essa é, afinal, a principal missão de um gestor.

 

“O líder é a pessoa que vai mudar, renovar, aperfeiçoar processos”, explica o professor.

 

Se um jovem demonstra insatisfação com o status quo e luta para alterá-lo de alguma forma no cotidiano, há grandes chances de ter sucesso como gestor no futuro.

 

2. Tem um ouvido sensível


O grande diferencial dos bons líderes é a capacidade de escuta, isto é, a sensibilidade para perceber necessidades, desejos, angústias e motivações das pessoas ao seu redor. Se você tem facilidade para esse tipo de diagnóstico, é provável que tenha um alto grau de inteligência emocional, o que facilita (muito) a ascensão a um cargo de comando.  

 

“Futuros líderes têm o hábito de observar seus pares e chefes, e ler o que está implícito no ambiente”, diz Abreu.

 

“A partir dessa escuta, eles muitas vezes dão conselhos informais que trazem impactos positivos para o negócio”.

 

3. Acompanha e valoriza o trabalho alheio


Você costuma se interessar pelos resultados dos seus colegas? Oferece ajuda e feedback quando necessário? Vibra com suas próprias vitórias, mas também com as alheias?

 

Em caso afirmativo, garante Duhá, é bem provável que esteja na trilha certa para se tornar um grande líder.

 

Isso porque, quando se torna chefe, um profissional deixa de obter resultados apenas por meio do seu próprio trabalho: ele passa a perseguir objetivos por meio da atividade de outras pessoas.

 

“Um bom líder está sempre atento aos seus funcionários e trabalha para desenvolvê-los”, diz o professor da PUC-RS.

 

4. Fala só quando tem certeza


O hábito de buscar o máximo possível de embasamento para suas afirmações em reuniões, apresentações ou outras situações profissionais é outro sinal típico de que você está ficando pronto para ocupar a cadeira do chefe.

 

“Um líder em potencial costuma se aprofundar nas informações, ele nunca é superficial nas suas falas”, diz Abreu.

 

Quando ocupar um cargo de gestão, essa preocupação com a correção e a consistência das suas falas será essencial para ter credibilidade diante da própria equipe e da empresa como um todo.

 

Blog Estude Sem Fronteiras