Skip to main content
cursos de libras

As principais orientações que uma pessoa deve saber na hora de cuidar de um idoso

O idosos são mais vulneráveis a certas situações e, por isso, é preciso que os responsáveis por prestar auxílio estejam devidamente preparados. Veja quais as principais orientações e como realizar o curso de cuidador de idosos. 

Para que toda a assistência ao idoso, visando à segurança, à saúde e a demais cuidados, seja feita da forma correta, é preciso que o encarregado tenha responsabilidade e o conhecimento necessário para desempenhar a função. 


Saiba mais: A capacitação e a importância do cuidador de idosos

Acompanhe as principais orientações na hora de cuidar de um idoso.

Orientações gerais para cuidador de idosos

 

  • Conferir a devida importância às consultas ao geriatra

 

As idas ao consultório do médico geriatra influenciam diretamente a qualidade de vida do idoso. 

A geriatria é uma especialidade da medicina responsável por assegurar mais saúde e bem-estar durante o processo de envelhecimento dos pacientes. 

Nesse sentido, é no médico que são avaliados diversos aspectos sobre a condição da pessoa e qual os melhores tratamentos para evitar complicações futuras. 

O cuidador deve acompanhar o idoso e estar sempre atento a todas as orientações prestadas pelo médico geriatra, assim como garantir que todos os medicamentos sejam comprados e administrados nas dosagens e horários corretos. 

 

  • De olho na dieta 

 

O cuidador deve prestar muita atenção na alimentação do idoso, para que a dieta esteja sempre em equilíbrio, com a presença de diversos grupos alimentares, além de evitar o excesso de industrializados. 

O idoso também deve consumir mais água do que o habitual, pois os líquidos são muito importantes nessa fase da vida. 

Para ajudar, é recomendável levar o idoso a um nutricionista, assim todas as dúvidas podem ser esclarecidas. 

 

  • Auxiliar na higiene

 

A rotina de higiene pode implicar alguns desafios para um idoso, dependendo de suas condições físicas, o que demanda do cuidador um auxílio extra para supervisionar banhos ou até mesmo ajudar com essa tarefa. 

Além disso, é importante solicitar, junto à família ou responsáveis pelo idoso, a instalação de barras de apoio no vaso sanitário, além de um assento para banho. 

 

  • Estimular o convívio social e atividades físicas

 

O convívio social é muito importante para os idosos, já que muitos se sentem solitários e chegam a desenvolver depressão na terceira idade. Para manter a vida social ativa, é preciso acompanhá-los aos parques e outros passeios ao ar livre. 

Além de auxiliar o idoso a manter sua saúde mental, os passeios trazem benefícios físicos. 

Outras atividades físicas, como Pilates, hidroginástica e até mesmo musculação, podem prolongar a vida da pessoa, além de fazer com que ela interaja com outros idosos. 

 

  • Profissionalizar-se na área por meio de curso de cuidador de idosos

 

O curso de cuidador de idosos tem como principal objetivo direcionar o profissional aos conhecimentos de geriatria e gerontologia, juntamente com os conceitos de políticas de atenção aos idosos, qual a melhor dieta, como lidar com o envelhecimento cutâneo, além de noções de farmacologia, avaliações nutricionais, modelos assistenciais e assistência em enfermagem gerontológica. 

Os cursos do Estude Sem Fronteiras são ministrados pela Faculdade Metropolitana do Estado de São Paulo, e surgiu como uma iniciativa de profissionalização EAD para quem procura se atualizar ou se engajar no mercado de trabalho. 

Além do curso de cuidador de idosos, no portal Estude Sem Fronteiras também é possível ter acesso a cursos de libras, que podem ser fundamentais na hora de cuidar de um idoso surdo ou com deficiências auditivas. 

Navegue pelo site para saber mais sobre o portal Estude Sem Fronteiras, o curso de cuidador de idosos, entre muitos outros cursos que são oferecidos.

Veja mais: Cursos de pós-graduação