Além do espectro: cursos para compreender o autismo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
criança montando quebra cabeça

Buscar cursos sobre autismo que capacitam para uma melhor preparação, análise e convívio costuma ser um dos primeiros passos dados por estudantes, educadores, profissionais ou pais e responsáveis que convivam com pessoas no espectro.

Hoje trouxemos alguns pontos necessários para se aprofundar nessa temática e, visando a construção de um olhar ainda mais capacitado e especializado, compilamos uma lista de alguns dos principais cursos que podem auxiliar na construção dessa análise mais competente. Acompanhe!


O que é autismo?

O transtorno do espectro autista, também conhecido por TEA, é caracterizado enquanto um distúrbio do neurodesenvolvimento que, na prática, acarreta na construção de outras formas de se comunicar, relacionar e interagir.

criança brincando com peças de lego

E algumas manifestações comportamentais são sinalizadas enquanto indícios para uma melhor investigação e identificação desses casos, como:

  • Comportamentos repetitivos e estereotipados;
  • Conjunto restrito de atividades e interesses;
  • Dificuldade em manter contato visual;
  • Maior resistência à mudança de rotinas;
  • Elevada sensibilidade a estímulos táteis, sonoros e visuais.

O que é preciso para compreender melhor o autismo?

Para além do diagnóstico, a construção de um campo amplo de informações precisas e qualificadas é um dos passos essenciais para a construção de um ambiente de maior acolhimento e aceitação das pessoas que vivem no espectro.

Ainda carregando muitos estigmas, uma maior qualificação a respeito do tema é uma das melhores formas de combate ao preconceito e de construção de auxílio e suporte.

Lembrando ainda de que é preciso ter em mente que estamos falando de um transtorno bastante diverso, pois estamos lidando com sujeitos plurais e que também carregam consigo singularidades. Pessoas que estejam nesse espectro pertencem às mais variadas classes, raças e realidades sociais.

E, para a além de uma melhor qualificação e preparação também para o mercado de trabalho, a dedicação a cursos especiais possibilita um melhor aperfeiçoamento e pode ser um diferencial para pais, responsáveis, educadores, estudantes e profissionais que desejam buscar conteúdos sérios e relevantes.

Cursos e especializações sobre autismo

Para nossa lista, buscamos trazer para você opções da área da educação, diagnóstico e atuação de áreas do campo da psicologia, saúde e fonoaudiologia.

As opções listadas enquanto pós-graduação são dedicadas a profissionais já formados, que desejam se especializar nesse saber. Já os cursos livres online podem ser realizados e consumidos por pessoas das mais diversas áreas, até mesmo pais e responsáveis que não tenham formação prévia, mas desejam se aprofundar sobre essa questão.

Então, acompanhe!

1. Curso de identificação, diagnóstico e processo de aprendizagem

O processo de diagnóstico é uma das principais etapas relacionadas aos transtornos do espectro autista. Isso porque, para ser realizado, é preciso considerar aspectos e características de uma forma bastante integralizada e interdisciplinar.

Os cursos voltados para identificação e diagnóstico abarcam ainda conhecimentos relacionados aos:

  • Definições gerais dos transtornos globais;
  • Sistema nervoso e sua relação com o espectro;
  • Como se dá a aquisição de linguagem e construção de aprendizagem;
  • Como ocorrem as investigações voltadas ao diagnóstico;
  • Atualizações referentes ao aprendizado e o uso de tecnologias assistivas e mais!

Esse tipo de formação pode direcionar, ainda, para o entendimento de importantes aspectos históricos relacionados a essa questão, principalmente de alunos com necessidades educacionais especiais de nível 2 e 3 e transtornos de aprendizagem.

2. Pós-graduação em intervenção ABA aplicada ao TEA

A análise do comportamento aplicada, ABA, tem despontado enquanto uma das principais abordagens psicológicas e metodologias que se dedica ao estímulo e desenvolvimento de habilidades para pessoas que estejam no espectro autista.

Esse estímulo, que ocorre a partir de reforços comportamentais e manejo de comportamentos indesejados, vem apresentando resultados em diferentes áreas, sendo aplicado principalmente em ambientes escolares e clínicas.

Esse tipo de formação, por ser mais especializada, é indicada para profissionais que desejem uma qualificação ainda mais profunda. E os seguintes tópicos se fazem presentes:

  • Contextualização de critérios diagnósticos;
  • Fundamentos básicos do autismo e da análise do comportamento;
  • De que forma o comportamento verbal está presente e opera no desenvolvimento;
  • Como ocorre o processo de avaliação e ensino;
  • De que maneira acontece o manejo dos comportamentos, e o estímulo de habilidades sociais, acadêmicas e funcionais desejadas.
  • Possibilidade de criação de uma comunicação alternativa;
  • Técnicas de musicoterapia que podem auxiliar a impulsionar o desenvolvimento da oralidade.

3. Pós-graduação em fonoaudiologia no TEA

A fonoaudiologia é uma das áreas de maior contribuição no acompanhamento de pessoas com autismo.

mulher mostrando sorriso para criança

Ainda que o diagnóstico seja realizado por profissionais de outra área, a fonoterapia pode estar presente nessa identificação e também auxiliar no melhor desenvolvimento da comunicação oral e na diminuição de repetições de fala, por exemplo.

Essa modalidade de formação costuma ainda se aprofundar nos aspectos da linguagem, nas possibilidades de intervenção e na construção de técnicas.

Outros panoramas estudados nesse tipo de pós-graduação são:

  • Possibilidade de criação de uma comunicação alternativa;
  • Técnicas de musicoterapia que podem auxiliar a impulsionar o desenvolvimento da oralidade.

4. Curso de educação especial e deficiência intelectual

Esse tipo de formação costuma abranger aspectos gerais de desenvolvimento humano e dos transtornos globais de desenvolvimento, bem como de características presentes em pessoas que estejam no espectro e possuam deficiência intelectual.

criança mostrando quebra cabeça

Propiciando o entendimento das funções psicológicas, da aprendizagem e trazendo, ainda, um olhar crítico e contextualizado a partir da conquista de direitos nos campos de educação e sua relação com movimentos como a reforma psiquiátrica.

Essa construção é ainda de extrema relevância, pois possibilita o entendimento de que a educação especial vai além da sala de aula.

5. Cursos de atividade física para alunos com deficiência

A prática de esportes não é direito apenas de pessoas neurotípicas. Alunos com deficiência ou que estejam no espectro autista também podem ser envolvidos em jogos, esportes e brincadeiras.

E, para isso, esse tipo de curso visa capacitar profissionais, gestores, educadores e até mesmo pais e responsáveis que estejam buscando entender melhor sobre aspectos motores e como essa inclusão e inserção pode acontecer.

Esse tipo de capacitação abarca ainda:

  • Lei da acessibilidade e o que preconiza;
  • As diferenças entre incapacidade e deficiência;
  • Conceitos e terminologias utilizados para uma maior inclusão e respeito.

Uma oportunidade única para aprofundar conhecimento e expandir os horizontes, as opções de cursos de extensão e pós-graduação voltados para o autismo são uma maneira ainda mais qualificada e especializada de construir esse saber.

E seja qual for sua necessidade, no Estude sem Fronteiras, você com certeza encontrará o tipo de capacitação que deseja!

Até a próxima!

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Continue lendo: